Sopa à moda da minha avó

Ingredientes

  • 250 gr de feijão vermelho seco
  • ½ chuchu
  • 4 batatas
  • ½ courguete pequeno
  • 2 cenouras
  • 200 gr de abóbora menina
  • 1 cebola pequena
  • 1 alho francês
  • 150ml de água
  • 1 punhado de massa cotovelinhos
  • 6 folhas de couve alta/galega
  • 1/3 de chouriça
  • 2kg de carne com osso
  • azeite e sal q.b.
  • 2 kg de farinha sem fermento
  • 2 colheres de sopa de banha
  • 3 colheres de sopa de água ardente
  • 2 ovos
  • cerca de 750 ml de água
  • 100gr de açúcar
  • 42gr de fermento de padeiro
  • Confeção


    Para fazer a sopa deixamos o feijão durante a noite a demolhar em água. Depois de demolhado colocamos o feijão dentro de uma panela com água, sal, a chouriça e o osso com carne que tanto gosto dá. O tempo de cozedura da carne é mais ou menos o do feijão, por isso quando a carne estiver tenra estará na hora de desligar o fogo. Retiramos as carnes e um pouco de feijão para um prato e colocamos na panela todos os legumes. Depois de cozidos, trituramos até obtermos uma sopa bem homogénea. Juntamos a couve cortada em juliana (bem grosseira, cortada com a faca), o punhado de massa, as carnes desfiadas e o feijão que tínhamos reservado. Deixamos cozer e por fim, rectificamos o sal e juntamos um fio de azeite. Para fazer o pão é só juntar num alguidar todos os ingredientes (farinha, banha, água ardente, ovos, açúcar, fermento e água) e amassar bem. A massa tem que ficar meia húmida. Tapamos com um pano e deixamos a levedar, cerca de 1 a 2 horas será suficiente, mas tudo depende da temperatura e do ambiente. Enfarinhamos uma superfície e sovamos mais um pouco a massa. Fazemos pequenas fogaças e levamos ao forno a 210º até o pão estar dourado. O tempo que está no forno varia consoante o tamanho da fogaça que fizermos. Para empratar, cortamos o topo do pão e tiramos o seu miolo. Colocamos sopa na carcaça, uma folha de coentros e disfrutamos desta bela sopa que me lembra outros belos tempos.



    Voltar