Bernardo Luís Amador Trindade

Ex-Secretário de Estado do Turismo, Presidente da Estrutura de Missão Portugal IN

Actualmente desempenha diversas funções, nomeadamente: presidente do Conselho Fiscal da Associação de Pais do Liceu Camões; presidente do Conselho de Marketing da Entidade Regional de Turismo de Lisboa; vogal da Direcção da Associação de Turismo de Lisboa (2016-2019); desde 2013 que é Vice-Presidente da Associação de Hotéis de Portugal (AHP); em março de 2017, nomeado Presidente da Estrutura de Missão “Portugal In” vocacionada para a captação de investimento directo estrangeiro na sequência do “Brexit”; e ainda é membro da Delegação Regional da Madeira do Banco Alimentar. Desde Outubro de 2013, administrador da empresa Sweets & Sugar do sector industrial do açúcar e confeitaria. A novembro de 2011, tornou-se administrador do grupo hoteleiro PortoBay Hotels & Resorts. Um grupo madeirense com 12 hotéis, presente em diferentes geografias como Madeira, Lisboa, Algarve e Brasil, empregando atualmente 1060 colaboradores. Em Março de 2005, integra o XVII Governo Constitucional como secretário de Estado do Turismo. Integrando posteriormente o XVIII Governo Constitucional até Junho de 2011. Com competências delegadas pelos ministros da Economia, contributos importantes no desenho institucional do sector (criação do Turismo de Portugal e das entidades regionais de turismo), na representação institucional junto de várias entidades externas, na regulamentação e regulação do sector, no financiamento ao sector, na promoção do país e na formação escolar no sector do turismo. No ano de 2000 foi eleito deputado do Partido Socialista na Assembleia Legislativa da Madeira. Eleito líder parlamentar em 2003. Em 1998, subdirector com a responsabilidade na gestão da carteira de crédito do banco na Madeira. Em 1995, ingressou no Banco Espirito Santo – delegação da Madeira, primeiro como apoio técnico com responsabilidade na análise e avaliação da carteira de crédito do banco na região. Em 1996, como gerente de empresas, responsável por uma carteira de 120 empresas. O início da sua actividade profissional foi em 1994 na KPMG como auditor júnior no departamento financeiro tendo feito parte da equipa de auditores em vários clientes do sector financeiro. Frequentou a licenciatura em Organização e Gestão de Empresas no Instituto Superior de Gestão.