Maria João Fernandes

Delegada Nacional / Ponto de Contacto - Programa Horizonte, ANI - Agência Nacional de Inovação

Maria João Henriques de Faria Fernandes é Licenciada e Doutorada em Engenharia Agro-Industrial pelo Instituto Superior de Agronomia da Universidade Técnica de Lisboa e é atualmente gestora sénior de programas internacionais na Agência Nacional de Inovação (ANI). Após a licenciatura desenvolveu estudos de pós-graduação na área da ecologia microbiana e avaliação de riscos ambientais no âmbito do seu projeto de doutoramento (ITQB-UNL e iBET) e, posteriormente, foi responsável pelo Laboratório de Microbiologia no Departamento de Controlo de Qualidade de um grupo empresarial de processamento alimentar (Agrupmonti). Em 2002, começou a desenvolver atividades na área da gestão de ciência (iBET), tendo trabalhado 4 anos (2003-2007) como Project Officer na Direção Geral de Investigação e Inovação da Comissão Europeia nas áreas das ciências da vida, biotecnologia e agroalimentar (Direção “Cooperação Científica Internacional” e Direção “Biotecnologias, Agricultura e Alimentação”). Acompanha desde 2008 os Programas-Quadro (PQ) de Investigação e Inovação da União Europeia, tendo desempenhado as funções de Ponto de Contacto Nacional (NCP) e perita ao 7º Programa-Quadro (7º PQ) para os programas “Saúde”, “Alimentação, Agricultura e Biotecnologia”, “Iniciativa Tecnológica Conjunta sobre Medicamentos Inovadores (IMI)” e “EURATOM-Fissão”. No Programa Horizonte 2020 é Delegada Nacional e NCP para o “Desafio Societal 2. Segurança alimentar, agricultura e silvicultura sustentável, Investigação marinha, marítima e de águas interiores e bioeconomia”, para a “Biotecnologia” e para a “Iniciativa Tecnológica Conjunta sobre Bioindústrias (BBI)”. Neste contexto, tem colaborado em diversos projetos de cooperação científica internacional e dado um apoio continuado nas temáticas que acompanha à comunidade científica e empresarial nacional com interesse nos programas europeus. Desde 2019, em articulação com as autoridades e peritos nacionais, tem estado ativamente envolvida no processo de preparação do Programa Horizonte Europa contribuindo, em particular, para a preparação de posições nacionais sobre os conteúdos técnicos em discussão no Cluster 6. Alimentação, bioeconomia, recursos naturais, agricultura e ambiente.