Oradores – Livelab

Oradores - Live Lab | 2ª Edição

ABÍLIO PEREIRA PACHECO

Investigador no INESC TEC e Professor Auxiliar Convidado na FEUP

Abílio Pereira Pacheco é investigador no INESC TEC, no “Centro para a Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo” (CITE) e Professor Auxiliar Convidado na FEUP (DEGI), onde tem lecionado "Economia e Gestão", "Gestão de Operações" e "Estatística para Investigação em Gestão e Políticas". O seu trabalho de investigação tem incidido, principalmente, sobre o design de sistemas com flexibilidade, considerando incerteza, aplicado à gestão de incêndios florestais (na sequencia do FIRE-ENGINE – o único projeto de Sistemas de Engenharia financiado pelo Programa MIT Portugal). Tem um doutoramento em Engenharia e Gestão Industrial (bolsa FCT) e um mestrado em Engenharia de Serviços e Gestão, ambos obtidos na FEUP, em 2017 e 2011, respetivamente; e é licenciado em Matemática (FCUP). Durante o mestrado, foi premiado com uma Bolsa de Mérito da FEUP (2010) e outra da Universidade do Porto (2012). Antes de voltar a universidade, foi Gestor de Projetos, e depois, Diretor Executivo da SEARA.com (2000-2006) – de que foi sócio fundador; e Diretor da Divisão de Soluções Empresariais da Chip7 S.A. (2006-2008). Durante o doutoramento, no 1º semestre de 2012-13, foi estudante visitante do MIT (ESD), onde trabalhou com o Professor Richard de Neufville, Ross Collins e Hector Fornes, e onde frequentou “Science, Technology and Public Policy”, “System Dynamics”, “Engineering Systems Analysis for Design” e “Risk and Decision Analysis”, com os Professores K. A. Oye, A. Sastry, J. Sterman, R. de Neufville e M. Webster, respetivamente.

ANTÓNIO BENTO GONÇALVES

Professor da Universidade do Minho

CARLOS AMARAL VIEIRA

Director Geral, CELPA - Associação da Indústria Papeleira

Atualmente é Director Geral da CELPA , Associação da Indústria Papeleira, desde 2016. Foi Director Fabril do Complexo Industrial da Figueira da Foz / Grupo Portucel Soporcel e membro da Direcção do RAÍZ – Instituto de Investigação da Floresta e Papel. Ocupou também o cargo de director de produção da Inapa e da Soporcel, SA e de Director do Departamento Electrónica Naval (J.V. Gellweiller – representante Krupp Electronik – RFA). O seu percurso passou também pelo ensino. Foi professor assistente do departamento de Física do Instituto Superior Técnico (IST), professor assistente de Física Geral – Curso de Arquitectura (ESBAL) e Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL). Matemática Aplicada e Electrotecnia.

ELVIRA FORTUNATO

Vice-Reitora, Universidade Nova de Lisboa

Elvira Fortunato é Professora Catedrática da Faculdade de Ciências e Tecnologia (NOVA), Vice‐Reitora da NOVA e Diretora do Centro de Investigação de Materiais (CENIMAT) do Laboratório Associado i3N ‐ Instituto de Nanoestruturas, Nanomodelação e Nanofabricação. Licenciou‐se em Engenharia Física e dos Materiais em 1987, tendo‐se doutorado em 1995 em Microelectrónica e Optoelectrónica. Desde 1998, lidera, juntamente com o marido, Rodrigo Martins, a equipa de investigação do Centro de Investigação de Materiais (CENIMAT), tendo‐se distinguido pela descoberta do transístor de papel. Em 2008, o European Research Council atribuí‐ lhe o 1.º Prémio de 2,25 milhões de euros, com a nota máxima da tabela classificativa. No ano de 2018 recebeu a segunda Advanced Grant do European Research Council no valor máximo de 3,5 milhões de euros, maior prémio alguma vez atribuído a um investigador em Portugal. Recebeu ainda a Medalha Czochralski (Ciência dos Materiais) atribuída pela Academia de Ciências Polaca e a Medalha Blaise Pascal (Ciência dos Materiais) atribuída pela Academia Europeia das Ciências. Foi distinguida com vários Prémios Nacionais e Internacionais, entre os quais se destacam a atribuição do título de Doutor Honoris Causa em 2009 pela Universidade Gallati e o grau de Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique o Navegador concedido pelo Presidente da República de Portugal em 2010. Integra o Grupo de Alto Nível do Mecanismo de Aconselhamento Científico da Comissão Europeia desde 2016. É membro da Academia de Ciências de Lisboa desde 2018.

DOMINGOS MANUEL MENDES LOPES

Diretor, Departamento do Departamento de Ciências Florestais e Arquitetura Paisagista

Domingos Manuel Mendes Lopes, natural da Lousã, é Professor Auxiliar com Agregação da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. É licenciado em Engenharia Florestal e em Arquitetura Paisagista (ambas pela UTAD), Mestre em Instrumentos e Técnicas de Apoio ao Desenvolvimento Rural (pela UTAD) em Arquitetura Paisagista (pela Universidade de Évora), e doutorado em Ciências Ambientais (pela Universidade de Kingston, Londres). Tem desenvolvido um intenso trabalho de investigação na área da Engenharia Florestal e da Arquitetura paisagista, em especial no sequestro de carbono pelas florestas, alterações climáticas e seu impacto nas florestas Portuguesas, bem como no estudo da importância estrutura verde urbana. É atualmente o diretor do Departamento do Departamento de Ciências Florestais e Arquitetura Paisagista.

HELENA PEREIRA

Vice-Presidente, Fundação para a Ciência e Tecnologia

É vice-presidente da Fundação para a Ciência e Tecnologia, e coordenadora do Centro de Estudos Florestais, onde desenvolve a sua investigação principalmente nas áreas científicas dos produtos florestais lenhosos e não lenhosos, da influência das alterações climáticas e da silvicultura com a qualidade da madeira, da utilização integral de recursos, biomassa e biorefinarias. É também professora catedrática no Instituto Superior de Agronomia, Universidade de Lisboa. É licenciada em Engenharia Química-Industrial pelo Instituto Superior Técnico, doutorada (Dr. rer. nat.) pela Faculdade de Biologia da Universidade de Hamburgo, Alemanha e agregada pelo Instituto Superior de Agronomia. A sua área de investigação tem sido as florestas e os produtos florestais, incluindo a bioenergia e as biorrefinarias, numa perspetiva integrada e multidisciplinar. A sua atividade de orientação académica traduziu-se em 30 teses de doutoramento, vários programas de pós-doutoramento e um número elevado de teses de mestrado

ROGÉRIO RODRIGUES

Presidente do Conselho Diretivo, ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas

Desempenhou funções no sector privado na área da produção florestal. Desde 1993 exerceu funções de técnico superior e dirigente em vários organismos do Ministério da Agricultura, desde 1 de janeiro a 30 de junho de 2016 funções de adjunto do Gabinete do Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, ocupando desde 1 de julho de 2016, o cargo de presidente do Conselho Diretivo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I.P. É mestre em Gestão e Conservação da Fauna Selvagem Euro-mediterrânica e licenciado em Engenharia Florestal (UTAD).